NÃO SEI OU PENSO QUE SEI?
O que me apavora a toda hora...
São sentimentos que ecoam do meu ser...
Nada ter, nada ver, tudo sentir...
Me apavora a demora de ir...
Quando sei que é logo ali...
Tudo ter, tudo ver, tudo sentir...
Constatação do existir...
E o que ecoa dentro de mim explode...
Não mais me apavora...
Tudo esta fora...
Não tenho e tenho, não vejo e vejo, não sinto e sinto...
Sou eu em mim e fora mim...
Sou louca?
Não apenas me permiti ser...
Fora de ordens...
Fora de leis...
Fora de horas...
Mas...
Entre o Sol e Lua...
O Fogo e o Ar...
Na Terra e no Mar...
Na pele nua e vestida sou eu...
E o que me apavorava a toda hora...
Ecoou numa explosão de mim mesma...
Ao invés de implodir-me...
A demora passou...
Me sinto em Paz...
Pois cheguei logo ali...
Em me Eu Divino sem identidade...
Apenas com a liberdade para ser...
Exatamente como sou...

Carmen SS 09/12/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário