O TOQUE...

O toque na pele do outro...
O outro tocando minha pele.
Meu corpo querendo ser entregue...
Minha mente me aprisionando.
É a entrega de sentir o tocar...
Deixar vir a fundo esse sabor...
Com gostos, cheiros e prazer.
O toque...
O toque das mãos tremula...
Tocando-me o corpo pedindo para eu me dar.
Entregar-me ao prazer!
Da entrega que o toque oferece.
Mas sinto que toco o nada...
E que de repente algo faz eu não me sentir.
O toque então passa a ser toques de desespero...
Querendo buscar tudo o que vinha sentindo.
Assim sinto tocar o nada e buscar no vazio da pele...
Pele sem rosto, sem gosto, sem cheiro pele de ninguém.
E o toque de quem me toca denuncia a minha ausência!
Denunciada, desvendada a verdade.
Encontro-me nesse momento totalmente exposta.
Duplamente nua...
Nua em pele!
Nua em mostrar-me além da pele nua...
Quando sinto- me envolvida pelo toque!

Carmen SS

Nenhum comentário:

Postar um comentário