FALAR...

Não queria hoje escrever...
Queria falar e chorar.
Mas não tenho ouvidos que me ouçam.
E nem um ombro...
Para a minha cabeça deitar e chorar.

O simples da vida me deprime...
Não consigo fazer com que tudo seja pratico e fácil.
É a difícil arte de viver.
Complico-me quero respostas...
Mas não as busco.

Volto a dizer hoje eu queria falar e não escrever...
Mas é única forma hoje de por para fora essa angustia.
É tudo frio sem um calor humano.
Apenas eu, um caderno, uma caneta...
Cúmplices hoje desses sentimentos.

Tento correr com a caneta para poder tudo escrever.
Mas vejo meus pensamentos lá na frente...
E a caneta se perde na minha mão desesperada.
É muito ruim conversar em silencio, não poder expressar-me.
Acho que não vou contrariar-me... Pois não quero escrever quero falar!


CARMEN S S

Nenhum comentário:

Postar um comentário